Publicidade
Quinta-Feira, 14 de Dezembro de 2017
Descrição do tempo
  • 28º C
  • 21º C

PM morto durante assalto em padaria de Florianópolis trabalhava no local há cinco anos

O Policial Militar da reserva fazia a segurança da padaria onde ocorreu o assalto

Redação ND com informações do repórter Sérgio Guimarães
Florianópolis
13/08/2017 às 18H20

O Policial Militar da reserva, Celso Olivério da Costa, 55 anos, morto na noite de sexta-feira (11) durante assalto a uma padaria no bairro Capoeiras, em Florianópolis, fazia a segurança do local há cinco anos. Segundo informações apuradas pela RICTV Record, a padaria já foi assaltada quatro vezes, mas esta foi a primeira vez que os criminosos agiram com tanta violência. Celso está sendo velado no bairro em Palhoça, onde morava com a família e deve ser sepultado neste sábado (12), às 15h no cemitério do bairro Passa Vinte. 

Esta é a 112ª morte violenta em Florianópolis este ano. De acordo com o delegado da Homicídios, Ênio Mattos, as investigações começaram e pessoas foram ouvidas ainda durante a madrugada. "Nossa equipe acompanhou o caso até às 3h (deste sábado)", comentou o delegado que ainda não pode dar detalhes sobre o andamento das investigações.

Um vídeo, gravado a partir das imagens das câmaras de segurança, mostra a ação no estabelecimento. Celso entrou em luta corporal com um dos bandidos e a troca de tiros começou fora do estabelecimento, quando o PM foi atingido. Ele chegou a ser levado até o Hospital Florianópolis, mas não resistiu aos ferimentos. 

De acordo com informações de uma funcionária da padaria, que prefere não se identificar, ao menos três homens participaram do crime. Um deles estava dentro de um carro, o outro ficou do lado de fora do comércio e o terceiro entrou no estabelecimento. "A gente nunca espera passar por uma situação dessas. Não podemos mais viver uma violência como essa", lamentou. 

Publicidade

2 Comentários

Publicidade
Publicidade