Publicidade
Sábado, 20 de Outubro de 2018
Descrição do tempo
  • 23º C
  • 18º C

Em quatro horas, 86 motoristas alcoolizados são flagrados na BR-470 em Blumenau

Todos os condutores foram penalizados com multa gravíssima de R$ 2.934,70 e receberam 7 pontos na carteira

Redação ND
Florianópolis
06/10/2018 às 11H03

Durante quatro horas de fiscalizações na BR-470, em Blumenau, a Polícia Rodoviará Federal flagrou 86 motoristas dirigindo alcoolizados. Todos os condutores foram penalizados com multa gravíssima de R$ 2.934,70, receberam 7 pontos na carteira e vão responder a processo de suspensão na CNH.

Em quatro horas de operação, a PRF flagrou 86 motoristas dirigindo sob efeito de álcool na BR-470, em Blumenau - PRF/Divulgação/ND
Em quatro horas de operação, a PRF flagrou 86 motoristas dirigindo sob efeito de álcool na BR-470, em Blumenau - PRF/Divulgação/ND



As fiscalizações aconteceram entre a noite de sexta (5) e madrugada deste sábado (6) na BR-470 em Blumenau durante a Operação Festas de Outubro 2018. O objetivo é combater a embriaguez ao volante, que é uma das maiores causas de acidentes graves no trânsito, segundo a PRF.

Participaram da ação 25 PRFs das regiões de São José, Tubarão, Itajaí e Joinville. Durante a fiscalização, os agentes testaram o bafômetro passivo, aparelho mais simples que o etilômetro comum, que agiliza o trabalho policial. Barato, pequeno e leve, o bafômetro passivo detecta presença ou não de álcool no ar. Se o motorista não tiver ingerido álcool, é liberado de forma rápida, facilitando a triagem policial.

A fiscalização também lavrou outros 27 autos de infração por motivos diversos previstos no Código de Trânsito Brasileiro e recolheu oito veículos ao pátio por irregularidades ou por falta de condutores em condições de dirigir.

Este ano, apenas em rodovias federais de Santa Catarina, a PRF já flagrou cerca de 3.500 motoristas conduzindo sob efeito de álcool. A polícia lembra que, além de colocar em risco a vida do próprio condutor, dirigir alcoolizado ameaça também as pessoas ao redor. A bebida reduz os reflexos e a capacidade de reação do motorista. "A tolerância é zero, uma vez que cada pessoa é afetada de forma diferente pelo álcool, não havendo como padronizar uma quantia segura que não interfira na capacidade psicomotora", diz a PRF.

Publicidade

2 Comentários

Publicidade
Publicidade