Publicidade
Sexta-Feira, 21 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 25º C
  • 17º C

Empate com o Concórdia deixa o Avaí mais distante da final do Catarinense 2018

Resultado deixou o Leão da Ilha mais longe do objetivo de chegar à final do campeonato, porque está a oito pontos do rival e vice-líder Figueirense a quatro rodadas do fim da primeira fase

Michael Gonçalves
Florianópolis
18/03/2018 às 21H14

Avaí e Concórdia empataram em 1 a 1 pela 14ª rodada do Catarinense, neste domingo, no meio Oeste do Estado. O resultado diante do lanterna deixou o Leão da Ilha mais longe do objetivo de chegar à final do campeonato, porque está a oito pontos do rival e vice-líder Figueirense a quatro rodadas do fim da primeira fase. Na próxima quarta-feira (21), o time azurra recebe o Criciúma no estádio da Ressacada na obrigação de vencer.

Em duas partidas, o Avaí não conseguiu vencer o Concórdia em 2018   - Ricardo Artifon/Concórdia Atlético Clube/ND
Em duas partidas, o Avaí não conseguiu vencer o Concórdia em 2018 - Ricardo Artifon/Concórdia Atlético Clube/ND



Com menos de um minuto, o centroavante Getúlio ganhou a dividida com o zagueiro Gabriel Peres e tocou para o atacante Romulo balançar a rede no primeiro lance da partida. Sete minutos mais tarde, o Concórdia chegou ao empate. Em jogada do atacante Vinicius Baiano, o volante Gelson só teve o trabalho de tirar do goleiro Aranha para marcar o gol.

Aos 23, o atacante Maurinho arriscou de fora da área, mas sem direção. Três minutos depois, o lateral Guga fez cruzamento para Romulo completar para fora. O Concórdia chegou com perigo aos 36. No vacilo do volante Menezes, Gelson ficou com a posse de bola e tocou para o meia Paulinho, que chutou e levou perigo ao gol do goleiro Aranha.

Na etapa final, o Concórdia levou perigo logo no primeiro minuto. O volante Andrei Alba arriscou, a bola desviou na defesa e passou perto do gol defendido por Aranha. O time do meio Oeste continuou pressionando e, aos sete,Wellington Neto arriscou de longe e levantou a torcida novamente, mas sem pontaria.

Aos 19, o goleiro Aranha salvou o Avaí em bela defesa de mão trocada, após o chute na gaveta do atacante Vinícius Baiano. O Leão da Ilha respondeu com o meia Martinuccio que, cara a cara com o goleiro Zé Carlos, tentou a cavadinha e a bola explodiu contra o guarda metas do Concórdia. Em seu último lance antes de ser substituído, o lateral João Paulo cruzou para o centroavante Getúlio, que cabeceou para fora.

O Avaí pediu pênalti aos 33 minutos. O atacante Romulo reclamou que foi puxado e o árbitro Rodrigo D’Alonso mandou o jogo seguir. No minuto seguinte, o técnico interino Evando tirou o volante Menezes e colocou o jovem atacante Lourenço na tentativa desesperada da vitória, mas não surtiu efeito. O Concórdia chegou mais uma vez com perigo aos 40. Gelson cobrou falta e o goleiro Aranha fez mais uma defesa espetacular. O clube da Capital respondeu com o atacante Rafinha, que bateu na rede pelo lado de fora e desperdiçou a última chance avaiana.

 

Ficha técnica

Concórdia 1 x 1 Avaí

Concórdia: Zé Carlos; Lucas, Lacerda, Gabriel Peres e Talys (Igor); Gelson, Andrei Alba, Wellington Neto (Giancarlo) e Paulinho; Aldair (Vitinho) e Vinícius Baiano. Técnico Paulo César Mouro.

Avaí: Aranha; Guga, Alemão, Betão e João Paulo (Lovat); Menezes (Lourenço), Marcinho e Martinuccio; Romulo, Getúlio e Maurinho (Rafinha). Técnico: Evando

Local: Domingos machado de Lima; Data: 18.03.18; Hora: 19h

Arbitragem: Rodrigo D’Alonso Ferreira, auxiliado por Thiago Americano Labes e Clair Dapper.

Amarelos: Talys, Igor e Lucas (C); Alemão e Betão (A)

Gol: 1ºT – 1ºmin, Romulo (A); aos 8min, Gelson (C).

Público: 1.077

Renda: R$ 21.950

Publicidade

1 Comentário

Publicidade

Escolha seu time

  • Chapecoense
  • Criciúma
  • Figueirense
  • JEC
  • Avaí
Publicidade