Publicidade
Sexta-Feira, 14 de Dezembro de 2018
Descrição do tempo
  • 31º C
  • 22º C

São José e Palhoça sofrem com alagamentos e deslizamentos de terra

Defesa Civil de São José registrou 40 ocorrências de deslizamento de terra.

Marcos Horostecki
São José
11/01/2018 às 14H26

Pelo menos 40 ocorrências de deslizamentos de terra foram registradas entre a madrugada e a manhã desta quinta-feira (11) em São José. A Defesa Civil do Município permanece em alerta. Também houve alagamentos na região do Flor de Nápolis, Benjamin e Forquilhinha, na região do Trevo do Roçado e em trecho da Avenida das Torres.

Os rios foram monitorados durante todo o período nos locais e também pelas câmeras da Central de Vídeo Monitoramento. Apenas o Rio Forquilhas transbordou durante a madrugada, mas o nível da água já baixou. As áreas mais atingidas por deslizamentos e quedas de muros foram Fazenda Santo Antônio, Forquilhinha, Santos Saraiva, Pedregal, Ipiranga, Forquilhas, Colônia Santana e Potecas.

A prefeita Adeliana Dal Pont acompanhou toda a situação e determinou atenção total para as áreas de risco. “A cidade foi dividida em cinco regiões e em cada área temos uma equipe trabalhando. A principal preocupação no momento é com o risco de deslizamento de terra, pois o solo está muito encharcado e a chuva continua. Por isso, toda equipe permanece em estado de alerta”, destaca Adeliana.

Durante a madrugada, um abrigo foi montado no Centro de Atenção à Terceira Idade (CATI), mas apenas uma família do bairro Flor de Nápolis chegou a ir até o local. Pela manhã, com o recuo da água, eles voltaram para sua casa. De acordo com a secretária de Assistência Social, Rose Bartucheski, toda estrutura permanece de sobreaviso. “Montamos um abrigo no CATI, onde temos a estrutura pronta para receber as pessoas em caso de necessidade e toda a equipe da Assistência Social está de prontidão para o atendimento da comunidade”.

Sala de situação

Palhoça registrou diversos pontos de alagamento - Divulgação/ND
Palhoça registrou diversos pontos de alagamento - Divulgação/ND


Uma sala de situação também foi aberta em Palhoça, para coordenar o atendimento às famílias abrigadas pela chuva. Os locais mais prejudicados foram Frei Damião e Brejaru. Os bairros Jardim Eldorado, Caminho Novo, Guarda do Cubatão, Centro e São Sebastião tiveram registro de alagamento. Um abrigo foi disponibilizado no Colégio Caic, para receber famílias que necessitem de atendimento

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade