Publicidade
Quinta-Feira, 24 de Maio de 2018
Descrição do tempo
  • 21º C
  • 14º C

Mulher conta porque mentiu ser juíza em confusão em Balneário Camboriú

Ela diz estava tentando se proteger e está arrependida de sua atitude, que causou transtornos em sua vida

Redação ND, com informações da RICTV Record
Florianópolis
07/02/2018 às 20H05

O vídeo de uma discussão, que começou por causa de uma vaga de estacionamento em Balneário Camboriú, repercutiu em um aplicativo de mensagens. Sirlei Klein Pscheidt, 43, é a mulher que aparece nas imagens se identificando como juíza. Ela, o marido e a filha estavam em um carro com placas de Joinville.

“Eu senti que passou a mão e ergueu a minha saída de banho, que era preta um pouco transparente. Aí, eu virei: o que significa isso? Eu fiquei um pouco exaltada. O que que me veio a cabeça, para me proteger naquele momento, com a minha filha no carro, ninguém à volta, somente aquele bando de homens e meu marido não tinha chego ainda. Eu disse assim: eu sou juíza, vocês sabiam que eu sou juíza? Aí, pronto”, contou arrependida.

Confira a entrevista de Sirlei para o SC no Ar:

Publicidade

49 Comentários

Publicidade
Publicidade