Publicidade
Terça-Feira, 19 de Junho de 2018
Descrição do tempo
  • 22º C
  • 15º C
  • #TORCIDANDCopa #dia5: CBF manda carta à Fifa, Inglaterra vence e belgas empolgamMAIS COPA

Motorista de Uber morre após briga de trânsito em Florianópolis

Jovem de 25 anos estava em coma há sete dias após discussão que terminou em agressão

Redação ND
Florianópolis
10/06/2018 às 16H35
Nelson Alexandre da Silva morreu na terça-feira (5) - Arquivo Pessoal/ND
Nelson Alexandre da Silva morreu na terça-feira (5) - Arquivo Pessoal/ND


Um motorista de Uber de 25 anos morreu após ser atingido por um skate durante briga de trânsito em Florianópolis. O caso ocorreu em 28 de maio, e desde então Nelson Alexandre da Silva estava internado em coma na Capital, até que foi declarada a morte na terça-feira (5), por traumatismo craniano.

Segundo o delegado da 5ª DP, Alfredo José Ballstaedt, responsável pelo caso, o inquérito está em andamento e foi ouvido o casal que estava no outro carro, já que Nelson não chegou a dar a sua versão antes de ser hospitalizado.

Conforme o depoimento do homem e da mulher que estavam no outro automóvel, por volta das 17h daquele dia eles saíram da Udesc (Universidade do Estado de Santa Catarina) pela avenida Madre Benvenuta, quando se depararam com o veículo de Nelson parado em frente à universidade e bloqueando a passagem.

Eles afirmam que buzinaram para o motorista de Uber sair, mas ele continuou no local. O casal, então, fez o contorno por outro lado e xingou Nelson. Ambos os carros passaram a seguir pelo mesmo caminho, trocando ofensas no percurso, até chegarem a um trevo no final da avenida Beira-Mar, próximo ao Córrego Grande.

No local, os envolvidos na briga pararam e desceram dos carros. Ainda segundo os depoimentos, o condutor do outro automóvel atingiu o motorista de Uber na cabeça, com um skate. Neste momento, Nelson caiu e também bateu a mesma parte do corpo em uma pedra. Machucado, porém ainda consciente, ele enviou mensagem ao primo pedindo ajuda. O casal fugiu e a mulher afirmou que teria ligado para o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência).

O delegado disse que o inquérito continua em andamento e que o próximo passo é analisar câmeras de segurança do percurso. Ballstaedt também aguarda os laudos periciais do skate e da pedra em que Nelson teria batido a cabeça.

Uber emite nota

Em nota, a empresa Uber comentou a morte do motorista parceiro: “Estamos muito entristecidos em saber da morte de Nelson Alexandre da Silva. Compartilhamos nossos sentimentos de mais profundo pesar com sua família. A Uber permanece à disposição para colaborar com as investigações, na forma da lei. A Uber considera inaceitável o uso de violência. Esperamos que motoristas parceiros não se envolvam em brigas e discussões e que contatem imediatamente as autoridades policiais sempre que se sentirem ameaçados. É importante também fazer um Boletim de Ocorrência para que os órgãos competentes tenham ciência do ocorrido e possam tomar as medidas cabíveis.”

Com informações do repórter Fábio Nocetti, da RICTV.

Publicidade

8 Comentários

Publicidade
Publicidade