Publicidade
Sexta-Feira, 14 de Dezembro de 2018
Descrição do tempo
  • 31º C
  • 22º C

Florianópolis tem alagamentos, deslizamentos e pontos de interdição por causa da chuva

Transtornos foram registrados em vários bairros e prefeitura está em alerta, com abrigos abertos para receber eventuais necessitados

Redação ND
Florianópolis
11/01/2018 às 10H16

A chuva constante que persiste há três dias tem provocado estragos em diversos bairros de Florianópolis. A quinta-feira (11) amanheceu com inúmeros pontos de alagamentos, quedas de árvores, deslizamentos e interdições em ruas e rodovias que cortam a cidade. A Prefeitura de Florianópolis está em alerta e já preparou um plano de emergência para atender eventuais desabrigados.

Na SC-401, foram registrados alagamentos, quedas de barreiras e inúmeros buracos - PMF/Divulgação/ND
Na SC-401, foram registrados alagamentos, quedas de barreiras e inúmeros buracos - PMF/Divulgação/ND


>> Chuva continua nesta quinta-feira; confira a previsão

Rodovias estaduais SC-401, SC-405 e SC-404 seguem com pontos de alagamento. A recomendação da Prefeitura é para que moradores e turistas evitem estas vias. Com trânsito já congestionado em alguns pontos, as equipes tentam chegar aos locais mais prejudicados para retirar a água acumulada.

Abrigos da Passarela Nego Quirido, no Centro, e da escola Dionícia Maria da Costa, no Saco Grande, estão abertos para quem precisar, mas ainda não há informações de desabrigados ou desalojados.

No Sul da Ilha, o trânsito pela Base Aérea no sentido Centro foi liberado às 6h30. O transporte coletivo no Sul também teve linhas prejudicadas. Houve deslizamento na rodovia estadual que liga Barra da Lagoa à Praia Mole. Equipes já no local fazendo retirada de terra e de árvores.

Pontos de alagamentos foram registrados no Itacorubi e em outros bairros - PMF/Divulgação/ND
Pontos de alagamentos foram registrados no Itacorubi e em outros bairros - PMF/Divulgação/ND



A prefeitura também cancelou as aulas do projeto Creche de Verão da Lagoa por causa da falta de acesso. Na SC-401, altura do hospital SOS Cárdio, equipes trabalham na retirada de terra deslizada na pista. Próximo à ACM (Associação Catarinense de Medicina), o asfalto da rodovia cedeu, abrindo um enorme buraco no chão. 

No Itacorubi, o muro de uma casa não aguentou a pressão da água e desmoronou. Também há estragos no Monte Verde, na Barra da Lagoa, Coqueiros e em bairros do Sul da Ilha. O Morro da Lagoa precisou ser interditado durante a madrugada por causa do grande acúmulo de água.

Por causa dos inúmeros estragos, a prefeitura reforçou o pedido para que moradores e turistas evitem sair de casa nesta quinta, já que o trânsito congestionado acaba dificultando o deslocamento dos veículos de emergência pelo município.  O prefeito  Gean Loureiro determinou que todos os carros municipais que não estão em serviços de emergência que se desloquem para apoio a Defesa Civil.

No Itacorubi, o muro de uma casa não resistiu à pressão da água - Viviane de Gênova/ND
No Itacorubi, o muro de uma casa não resistiu à pressão da água - Viviane de Gênova/ND

Maiores acumulados nas últimas 48 horas (até as 8h30)

Florianópolis - Carijós 400 mm
Florianópolis - Santo Antonio de Lisboa 324 mm
Florianópolis - Centro 311 mm
Florianópolis - Itacorubi 309 mm


*Fonte: Estações da Epagri/Ciram e Cemaden

>> Confira galeria de fotos sobre os estragos da chuva:

Publicidade

2 Comentários

Publicidade
Publicidade