Publicidade
Sexta-Feira, 20 de Abril de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 19º C

Encontrado corpo de homem desaparecido na praia de Canasvieiras na última sexta-feira

Turistas informaram aos bombeiros que ele havia entrado na água muito alterado, aparentemente sob efeito de drogas

Redação ND
Florianópolis
18/03/2018 às 16H43

Foi encontrado na manhã deste domingo (18) o corpo do homem que havia desaparecido no mar na praia da Canasvieiras, no Norte da Ilha, na sexta-feira (16). Segundo o Corpo de Bombeiros, o corpo foi encontrado em decomposição perto do trapiche, próximo a onde ele havia sido visto pela última vez.

Populares avistarem o homem no mar por volta das 10h e ligaram para os bombeiros. De acordo com uma funcionária de um restaurante localizado à beira da praia, alguns empregados do estabelecimento ajudaram a tirá-lo da água. Ela disse ainda que o homem seria morador de rua.

Bombeiros que realizavam buscas pela região, desde as 8h30, chegaram ao local rapidamente. O IGP (Instituto Geral de Perícias) também esteve na praia, às 11h, e levou a vítima para que o IML (Instituto Médico Legal) realize o procedimento de necropsia. Segundo o IML, a identificação ainda não havia sido realizada até as 16h30 deste domingo.

A funcionária de outro restaurante de Canasvieiras informou ao Notícias do Dia que o homem tinha 26 anos e era natural do Rio Grande do Sul. Ela disse ainda que ele estava em Florianópolis há cerca de dois meses, não possuía parentes na cidade e já havia realizado bicos como garçom no estabelecimento.

O desaparecimento

O homem desapareceu no início da tarde de sexta, após mergulhar no mar próximo ao trapiche da praia de Canasvieiras. O GBS (Grupo de Busca e Salvamento) realizou buscas na região ao longo do dia e no sábado (17), com uma embarcação e dois mergulhadores, mas não obteve sucesso. A aeronave Arcanjo 01 e a comandante de área do 1º Batalhão de Bombeiros Militar, tenente Natália Cauduro da Silva, também participaram das buscas.

Conforme a tenente Natália, dois turistas informaram aos bombeiros que um homem, aparentemente sob efeito de drogas, entrou na água muito alterado. Após nadar cerca de 100 metros, gritou e acenou chamando por pessoas durante meia hora. As testemunhas relataram que pessoas tentaram conversar com ele, mas ele teria dispensado a ajuda quando chegavam perto. Foi então que o homem teria sumido no mar.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade