Publicidade
Terça-Feira, 11 de Dezembro de 2018
Descrição do tempo
  • 30º C
  • 20º C

Disparo de arma de fogo assusta funcionários e passageiros no Ticen, em Florianópolis

Tiro foi disparado dentro de um dos banheiros do terminal por um PM da reserva, no fim da tarde desta quarta-feira

Redação ND
Florianópolis
05/12/2018 às 21H38

Um disparo de arma de fogo assustou quem passava pelo Ticen (Terminal de Integração do Centro), em Florianópolis, no fim da tarde desta quarta-feira (5). Foi por volta das 17h30 que funcionários de empresas de transporte e passageiros ouviram o tiro, vindo da plataforma E. Segundo testemunhas, uma confusão dentro de um dos banheiros antecedeu o disparo. Mesmo sem deixar vítimas, o caso ainda repercutia no local meia hora depois.

PM revistou suspeitos de baderna no banheiro do terminal - Arquivo Pessoal/ND
PM revistou suspeitos de baderna no banheiro do terminal - Arquivo Pessoal/ND

A PM informou, meia hora após o fato, que um policial militar da reserva interviu ao presenciar alguns homens vandalizando um banheiro. Conforme a versão da polícia, ele teria realizado o disparo de dentro do banheiro masculino para evitar ser agredido por um dos suspeitos. A bala acertou de raspão a parede próxima à entrada. Por pouco, o disparo não atravessou a porta de madeira.

Mais tarde, às 21h30, a Polícia Militar voltou atrás e não confirmou que o homem que efetuou os disparos seria PM da reserva. Segundo a corporação, quem disse que o autor era policial foram as vítimas. As informações divulgadas inicialmente seriam preliminares e a situação teria sido melhor apurada após o fechamento da ocorrência. Além disso, a corporação afirmou que o responsável pelo disparo se dispersou no meio da multidão e que, por isso, não foi detido pela guarnição. 

Uma testemunha mostrou ao Notícias do Dia uma foto em que o suposto autor do disparo estaria ao lado dos policiais que atenderam a ocorrência. A informação, no entanto, não foi confirmada pela PM. 

A briga repercutiu nas redes sociais e em grupos de mensagem. “Eu estava entrando no banheiro das mulheres quando ouvi a confusão lá dentro e o tiro”, contou uma funcionária de empresa de transporte coletivo que não quis se identificar. Assustada, ela e outras mulheres correram para dentro do banheiro feminino em busca de abrigo.

Disparo de arma de fogo atingiu parede do banheiro masculino do Ticen - Marco Santiago/ND
Disparo de arma de fogo atingiu parede do banheiro masculino do Ticen - Marco Santiago/ND

Um funcionário do terminal que também preferiu não ter o nome divulgado contou que os três jovens responsáveis pelo suposto vandalismo, que aparentavam ter entre 20 e 25 anos, pareciam “alcoolizados” e “fora de si”. Segundo ele, o policial militar da reserva foi utilizar o banheiro quando se deparou com a baderna. O grupo não teria gostado do alerta feito por ele e teria partido para cima dele. Outros funcionários disseram ainda que duas mulheres aguardavam o trio, pelo lado de fora do banheiro.

Após uma revista, segundo a PM, um indivíduo foi detido e as partes foram encaminhadas à 1ª Delegacia de Polícia.

Publicidade

8 Comentários

Publicidade
Publicidade