Publicidade
Sexta-Feira, 14 de Dezembro de 2018
Descrição do tempo
  • 31º C
  • 22º C

Fluminense fecha parceria para ter futebol feminino em 2019

Tricolor assinou acordo com o Daminhas da Bola, da Baixada Fluminense; clubes são obrigados a terem a modalidade para participar da Libertadores ano que vem

LANCE!
Rio de Janeiro (RJ)

Fluminense fechou parceria com o Daminhas da Bola (Foto: Lucas Merçon/ FFC)
Fluminense fechou parceria com o Daminhas da Bola (Foto: Lucas Merçon/ FFC)


Visando se adequar às determinações da Conmebol para 2019, o Fluminense fechou uma parceria com o Daminhas da Bola, de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, para ter futebol feminino a partir do ano que vem. Esse vínculo atende às exigências tanto do futebol profissional quanto de base, que conta com equipes sub-11, sub-13 e sub-15 no futsal e sub-15 e sub-17 de futebol de campo, além do time profissional de campo.

O Flu ainda estuda as melhores formas de viabilizar o dia a dia de treinos e os jogos. A expectativa é de jogar torneios regulares, regionais e nacionais, e fomentar o surgimento de novas jogadoras.

- Ainda estamos pensando os melhores formatos e a melhor logística para as Daminhas e o Fluminense. São muitos pontos de definição em aberto, então vamos planejar, dentro do tempo que temos, para fazer da melhor maneira. Estamos muito confiantes no futuro do futebol feminino no Fluminense - afirmou o presidente Pedro Abad.

Fundadora do Daminhas da Bola, Thaissan Passos é ex-atleta de futebol com passagem pelo Tricolor. Ela criou o projeto logo que encerrou a carreira para formar atletas para categoria de base no futebol feminino.

- Mais do que formar atletas, o objetivo maior do projeto é dar oportunidades através do futebol, não só na parte esportiva, mas também na educacional. Formar uma atleta de futebol, mulher de bem e consciente da sua importância na sociedade - disse.

Tarciane Karen, zagueira do Daminhas da Bola, foi convocada para a Seleção Brasileira Sub-17. Ela diz que isso mudou os ânimos das atletas do projeto.

- Ter uma atleta na Seleção Brasileira sub-17 é um exemplo para as os outras meninas que sonham com este momento. Tarciane teve sua primeira convocação aos 14 anos, oriunda do futsal, hoje está em fase de treinamentos, se preparando para o Mundial no Uruguai - completou.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade

Escolha seu time

  • Chapecoense
  • Criciúma
  • Figueirense
  • JEC
  • Avaí
Publicidade