Publicidade
Sábado, 17 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 28º C
  • 21º C

A Cozinha com Afeto: os ambientes da CASACOR / Santa Catarina

Espaço é pensado por Rosane Girardi e Alcides Theiss para ser o coração da casa

Alessandra Cavalheiro
Florianópolis
05/11/2018 às 19H03

Cozinha com Afeto, por Rosane Girardi e Alcides Theiss - Foto/Lio Simas
Cozinha com Afeto, por Rosane Girardi e Alcides Theiss - Foto/Lio Simas


Uma cozinha que traz em sua concepção a praticidade da vida contemporânea com eletrodomésticos e materiais atuais. No layout, uma ilha com fogão e pia é o centro das atenções. A mesa de refeições em forma de “L” reforça o conceito de união em torno da alimentação; momento de convívio entre a família e os amigos. “Embora o espaço seja estreito, insistimos na ideia da ilha como forma de reforçar o conceito de união entorno da mesa e da alimentação como um momento sagrado”, conta Rosane.

Destaque para a mistura de Dekton na bancada ilha e na mesa em “L” em harmonia com a cuba de Corian; produtos de alto desempenho tecnológico. Uma coifa de alto desempenho permite uma distância maior do fogão do que as convencionais.

No quesito sustentabilidade, os profissionais optaram pelo fogão de indução em substituição ao tradicional fogão a gás por utilizar energia limpa. “Também estamos incentivando o uso da composteira para que os dejetos orgânicos sejam transformados em adubo, encerrando o ciclo de uso dos vegetais e afins quando fazemos estes voltarem para a terra com uma nova função”, destacam Rosane e Alcides.

“Na nossa concepção, morar bem significa estar em um espaço que contempla todas as necessidades do usuário, assim como deve espelhar sua identidade e sua personalidade. Além disso, a arquitetura de interiores e o décor devem ser tratados com afeto, respeitando o acervo desta pessoa que, com certeza, carrega suas vivências, viagens e memórias”, diz Rosane Girardi.

Pratos de parede de Sara Ramos e louças cerâmicas de Lica Takahashi estão entre as obras de arte que chamam atenção dos visitantes no ambiente. A bancada ilha, com a inserção de iluminação de LED dá um diferencial ao espaço interno da cozinha. Na parte externa, um grande banco de raiz, extraído de arvores caídas na natureza e uma pequena, mas recheada horta de chás e temperos.

Como o espaço é relativamente pequeno e reflete a maior parte dos imóveis, toda a concepção do projeto foi pensada para que as pessoas possam se inspirar e aplicar as soluções em suas casas. Para apresentar o tema A Casa Viva, o escritório pensou num layout para o efetivo uso das pessoas que trazem suas memórias, representadas pelos objetos e utensílios de família, além de uma horta vertical próxima à área de cocção e uma extensão desta cozinha, através de um pátio externo com mais uma horta, árvores frutíferas e fogo de chão para grelharem alimentos, ou apenas contemplarem o fogo num dia de inverno.

(Com informações da Assessoria de Imprensa A Casaa)

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade