Publicidade
Sexta-Feira, 18 de Janeiro de 2019
Descrição do tempo
  • 29º C
  • 24º C

A sociedade da Grande Florianópolis, os eventos culturais e as tradições da região analisadas pelo experiente jornalista Marcos Cardoso.

  • Retrô: Gisella Amaral e Alice Carta prestigiam a abertura do Dia Rosa na Capital em 2010

    Gisella Amaral, a socialite que não gostava de ser chamada assim, mas de empresária social, foi vencida pelo câncer neste 15 de janeiro. Mulher de Ricardo Amaral, ex-“rei da noite” carioca, fazia parte do time de mulheres que eram referência da elegância nacional, como a amiga Carmen Mayrink Veiga. Em 30 de setembro de 2010, Gisella e Alice Carta vieram se unir a Ana Paula Bornhausen na abertura do evento Dia Rosa, na Assembleia Legislativa de Santa Catarina. Respectivamente, eram as madrinhas da campanha de incentivo à mamografia no Rio de Janeiro, Brasil e Florianópolis. Na ocasião, Mirela Janotti proferiu a palestra “Força na Peruca!”.

    Ana Paula Bornhausen, Alice Carta, Mirela Janotti e Gisella Amaral - DIVULGAÇÃO/ND
    Da esq. para dir.: Ana Paula Bornhausen, Alice Carta, Mirela Janotti e Gisella Amaral - DIVULGAÇÃO/ND



  • Quinze anos sem os jornalistas Miro Silva e Aldírio Simões

    Neste mês completam 15 anos as mortes dos jornalistas Miro Silva e Aldírio Simões. O primeiro dia 19 e o segundo dia 22. Figuras muito queridas da Ilha, eram personificações autênticas do jeito de ser do manezinho, cada um ao seu estilo. A cidade ainda estava abalada com a perda de Miro (à esq.) quando, em seguida, recebeu a notícia da partida de Aldírio. Consternação geral.

    Naquela tarde de 22 de janeiro, a Fundação Franklin Cascaes, que teve Simões como superintendente de 1989 a 1992, realizava um concurso de boi de mamão no Largo da Catedral. Após um minuto de silêncio, os brincantes dançaram como nunca para mais de mil turistas e moradores. Enquanto isso, a Câmara Municipal que funcionava no antigo casarão rosado do outro lado da praça 15 era preparada para o velório de Aldírio. Foi um verão muito quente e triste para a população de Florianópolis.

    Miro Silva e Aldírio Simões - MARCO CEZAR E ARQUIVO ND
    Miro Silva (foto: Marco Cezar) e Aldírio Simões (foto: arquivo ND)



    Leia mais
  • Onze escolas de samba desfilarão no mesmo dia no Carnaval de Florianópolis

    As cinco escolas de samba do Grupo de Acesso e as seis do Grupo Especial do Carnaval de Florianópolis desfilarão no mesmo dia neste ano, 2 de março. O primeiro grupo abre a Nego Quirido às 16h e o segundo entra a partir das 22h. A medida inédita pretende, além de diminuir custos, concentrar o público na passarela para que todas as agremiações sejam prestigiadas, haja vista a pouca presença habitual durante as apresentações do Grupo de Acesso. Resta saber se os foliões nas arquibancadas e camarotes terão pique para encarar cerca de 14 horas de programação e se os integrantes das primeiras escolas conseguirão um bom desempenho sambando no sol da tarde de verão. Haja hidratação!

    Avenida Nego Quirido - Flavio Tin/ND
    FOTO: FLÁVIO TIN/ND



     

     

  • Dançarinos de Florianópolis farão turnê nos Estados Unidos e na Europa

    Depois da temporada em março do ano passado por quatro cidades americanas, os dançarinos Rick Torri e Larissa Secco afivelam malas em Florianópolis para a segunda turnê internacional. A dupla se apresentará e ministrará workshops de zouk pelos próximos seis meses em academias, festivais e congressos em 10 países, entre eles, Estados Unidos, Canadá, Espanha, Singapura, Alemanha, Holanda e Polônia, onde a agenda começa no dia 17 de janeiro.

    Rick Torri e Larissa Secco  - GUILHERME PETTI/DIVULGAÇÃO/ND
    Rick Torri e Larissa Secco - GUILHERME PETTI/DIVULGAÇÃO/ND