Publicidade
Quarta-Feira, 28 de Junho de 2017
Descrição do tempo
  • 24º C
  • 15º C
,

O dia-a-dia de Joinville e região contado por Luiz Veríssimo.

Confusão marcou o último sábado da Feira do Livro em Joinville.

Organização acusa consumidores de cerveja de até vomitarem no local do evento

Luiz Veríssimo
18/06/2017 16h50

Uma confusão envolvendo consumidores de cerveja marcou o último final de semana da “Feira do Livro” de Joinville. A organização da feira divulgou nota à imprensa neste domingo (18) lamentando que freqüentadores de uma promoção paralela entraram no Expocentro Edmundo Doubrawa, local da feira, “derrubando cerveja em livros, vomitando nos banheiros e deixando vários espaços inutilizáveis” no último sábado.

A “invasão” obrigou a organização da Feira do Livro a fechar suas portas duas horas antes do previsto. A culpa, segundo a nota, foi da Secretaria de Cultura e Turismo da Prefeitura de Joinville, que autorizou um evento de cervejarias artesanais no estacionamento do Centreventos Cau Hansen, local que havia sido reservado pelo Instituto Feira do Livro há um ano. “(o festival de cerveja) resultou em uma série de ocorrências negativas, manchando a imagem de um evento tradicional e direcionado à família”.

O “lamentável acontecimento” de sábado impediu que autores com livros patrocinados por um programa de incentivo à cultura da Prefeitura de Joinville (Simdec) participassem do lançamento de suas obras e nem participar das sessões de autógrafos, diz a nota da Feira do Livro. Promovido pela iniciativa privada, o Festival “Joinville Craft Beer” reuniu na tarde de sábado centenas de pessoas no estacionamento do Centreventos Cau Hansen, que fica bem próximo do Expocentro Edmundo Doubrawa. Mais uma vez ficou comprovado: cerveja e livro não se misturam.

 

 

 

Outras Publicações Luiz Veríssimo

2 Comentários

  • Angelo Oliveira
    Lamentável o ponto de vista que este texto passa às pessoas. O evento Crafter Beer foi sim de iniciativa privada, e como tal, pagaram pelo espaço ali utilizado, e pagaram caro.
    Diferente da Feira do Livro, que usa o espaço de graça.
    Prestigiei os dois eventos e levei comigo minha filha de 2 anos. Compramos um livro pra mim e um para​ ela e depois fui lá beber umas cervejas e ler o livro para ela. Ou seja, cerveja e livro combinam sim.
    Trator Desgovernado
    Trator Desgovernado
    Acho que a questão não é cerveja e livro não se misturarem; o problema é o trogloditismo que toma os espaços à força, com patrocínio de marcas e marqueteiros...
Publicidade