Publicidade
Quarta-Feira, 18 de Julho de 2018
Descrição do tempo
  • 28º C
  • 17º C

O dia-a-dia de Joinville e região contado por Luiz Veríssimo.

  • GM e Tupy pagam PPR e injetam milhões na economia de Joinville

    General Motors (GM) e Tupy foram os destaques neste mês pelo pagamento de PPR (Plano de Participação nos Resultados). Uma delas, a Tupy, injetou cerca de R$ 7 milhões na economia de Joinville apenas com a primeira parcela do PPR. Já a GM pagou R$ 2.750,00 para cada funcionário, independente da faixa salarial, também referente à primeira parcela do plano.

    A GM conta em Joinville com a sua maior fábrica de motores e cabeçotes da América Latina. Inaugurada em fevereiro de 2013, a planta passou de 15 mil m2 para 62 mil m2, ampliação esta que aumentou em mais de 400 empregos diretos e indiretos. Cada um de seus 600 funcionários já recebeu R$ 2.750,00 por esta primeira parcela e no início do próximo ano o PPR “poderá chegar a R$ 5.750,00” se as metas forem confirmadas, revela Rodolfo de Ramos, presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Joinville.

    Ao contrário da GM, que paga um valor comum para todos os funcionários, independente de seu salário, a Tupy faz[...]

    Leia mais
  • Ministro do Turismo confirmado como patrono da 80ª Festa das Flores

    A 80ª Festa das Flores de Joinville já tem o seu patrono. É o ministro do Turismo Vinicius Lummertz, único catarinense do primeiro escalão do governo federal. O convite foi feito na manhã desta quinta-feira (12) durante evento no Parque Beto Carrero. O secretário de Cultura e Turismo da Prefeitura de Joinville, Raulino Esbiteskoski, entregou o ofício que formalizou o convite. Presente Tufi Michereff, secretário de Turismo e Esportes, que é de Joinville. Festa ocorrerá de 13 a 18 de novembro.

    Interrupção

    Iniciada há 80 anos, a Festa das Flores de Joinville é a mais antiga exposição de seu gênero no Brasil. Só deixou de ser realizada nos anos de 1942 e 1943 durante a 2ª Guerra Mundial. A cada ano reúne cerca de 100 pessoas no Parque de exposição da Expoville. A realização é a Ajao (Agremiação Joinvilense de Amadores de Orquídeas) e Secretaria de Cultura e Turismo de Joinville.

      

     

     

    Leia mais
  • Senado libera crédito para Justiça Federal demolir o antigo fórum de Joinville

    A demolição do antigo fórum de Joinville nunca esteve tão próxima. No final da noite de quarta-feira (11), o Senado Federal aprovou dois projetos de crédito para o Ministério Público da União (MPU) e às Justiças Eleitoral, Federal e do Trabalho. São R$ 107 milhões que serão utilizados na compra, construção ou reforma de prédios.

    Um destes projetos inclui recursos para a construção da sede da Justiça Federal de Joinville, que receberá parte dos R$ 20 milhões destinados, também, à construção da sede do Fórum Trabalhista de Contagem (MG) e sede da Justiça Federal de Formosa (BA).

    Com a liberação deste crédito aprovado no Senado, finalmente o prédio abandonado há mais de 25 anos na rua Princesa Isabel (centro de Joinville) A demolição do antigo fórum de Joinville nunca esteve tão próxima. No final da noite de quarta-feira (11), o Senado aprovou dois projetos de crédito para o Ministério Público da União (MPU) e às Justiças Eleitoral,[...]

    Leia mais
  • Justiça Militar condena dois ex-cabos por furto de armas no 62º BI de Joinville

    Pela primeira vez em seu centenário de existência, integrantes do 62º Batalhão de Infantaria (Joinville) foram condenados pela mais alta corte da Justiça Militar. Dois cabos armeiros foram condenados pelo Superior Tribunal Militar (STM) por furtos armas ocorridos entre junho e setembro de 2012. De acordo com a sentença divulgada recentemente, os réus lucraram R$ 38 mil com a venda de 47 armas. Uma delas (revólver) foi apreendida pela Polícia Civil depois de ser utilizada em um assalto em Joinville.

    Os condenados foram expulsos do Batalhão e não tiveram seus nomes revelados. De acordo como os autos, foram desviados pistolas e revólveres que estavam armazenas dentro do quartel para serem entregues a uma sessão militar responsável pela guarda e mais tarde destruídas. Os armeiros levavam o material furtado em mochilas ou escondidas na própria roupa, em cada dia poucas unidades. O caso só foi descoberto quando chegou no local uma equipe externa responsável por[...]

    Leia mais