Publicidade
Sábado, 17 de Fevereiro de 2018
Descrição do tempo
  • 28º C
  • 21º C

Informações e análises sobre a política catarinense, com prioridade para conteúdos exclusivos e inéditos. Entrevistas com personagens que decidem nas esferas do Executivo, Legislativo e Judiciário. Notícias e opiniões contextualizadas com os bastidores do poder.

  • "A hora que o PMDB sair para as ruas, não tem para ninguém", diz Ivete Appel da Silveira

    Não foi Eduardo Moreira, muito menos Raimundo Colombo, o nome mais lembrado no evento de transmissão do cargo. A memória de Luiz Henrique da Silveira foi reverenciada. Colombo disse que não teria chegado onde chegou sem o ex-governador. “Hoje recebi uma gravata, há 15 anos, ele nos entregou a confiança”, disse. Moreira comparou LHS aos visionários imigrantes que colonizaram Santa Catarina. Lembrou que, em 2002, somente ele, Luiz Henrique e suas mulheres acreditavam no projeto, hoje avança pelo 16º ano.

    Eduardo Moreira e Raimundo Colombo foram presenteados com duas gravatas de Luiz Henrique da Silveira, gesto da viúva Ivete Appel da Silveira, acompanhada no palco pela secretária-executiva da Agência de Desenvolvimento Regional de Joinville, Simone Schramm.

    Governadores recebem gravatas - Marco Santiago/ND
    Governadores recebem gravatas - Marco Santiago/ND



    Ivete Appel da Silveira, viúva de Luiz Henrique

    Porque presentear os governadores com gravatas que eram de Luiz Henrique?

    Os três eram muito amigos.[...]

    Leia mais
  • Jingle que elegeu Moreira prefeito em 1992 deu o tom político da posse administrativa

    “Bate o coração de novo, o povo levanta a bandeira”. O jingle da campanha vitoriosa do então médico cardiologista Eduardo Moreira à Prefeitura de Criciúma, em 1992, foi cantado por parte da militância que lotou o CentroSul nessa sexta-feira (16). Foi o exemplo definitivo de que o ato administrativo da transmissão do cargo de governador também era um movimento político. O PMDB procurou mostrar sua força e desejo de concorrer com cabeça de chapa nas eleições de outubro.

    Posse de Eduardo Moreira lotou o CentroSul - Marco Santiago/ND
    Posse de Eduardo Moreira lotou o CentroSul - Marco Santiago/ND



    Resta a definição de quem será o candidato. O nome oficial é Mauro Mariani, deputado federal e presidente estadual da sigla. O prefeito de Joinville, Udo Döhler, também se anuncia como concorrente. O próprio Moreira, que diz apoiar Mariani, admite que não pode “se excluir” do processo.

    Ao ser questionado se a posse reforça a força de Moreira para uma eventual candidatura, Mariani foi taxativo. “Sou um homem que[...]

    Leia mais
  • Nem tudo é mudança, garçom do Estado há 26 anos servirá nono chefe do Executivo

    Nem tudo será mudança no governo estadual. O garçom João Carlos Soares, de 58 anos, atenderá o nono chefe do Executivo nos 26 anos de serviços prestados ao Estado. A lista, que começa com Casildo Maldaner (PMDB) e passa por Vilson Kleinübing (PFL), Konder Reis (PPR), Paulo Afonso Vieira (PMDB), Esperidião Amin (PP), Luiz Henrique da Silveira (PMDB), Leonel Pavan (PSDB), Raimundo Colombo (PSD) e agora Eduardo Moreira, pela segunda vez. Questionado qual deles deu mais trabalho, Soares soltou uma gargalhada. "Nenhum deles", despistou.

    Garçom João Carlos Soares - Marco Santiago/ND
    Garçom João Carlos Soares - Marco Santiago/ND



  • Carlos Marun traz mensagem de Michel Temer na transmissão do governo catarinense

    O presidente Michel Temer (PMDB) foi representado na transmissão do cargo de governador de Raimundo Colombo (PSD) para Eduardo Moreira (PMDB) pelo ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun (PMDB-MS). No dia em que Temer decretou intervenção federal na Segurança Pública do Rio de Janeiro e em meio às negociações em busca de votos para aprovar a reforma da Previdência, Marun disse que veio a Santa Catarina “trazer um abraço do presidente Temer”. “É um reconhecimento ao trabalho desenvolvido pelo governador Colombo, com votos de sucesso para o Eduardo”, afirmou Marun.

    Carlos Marun representou Temer em SC - Marco Santiago/ND
    Carlos Marun representou Temer em SC - Marco Santiago/ND



    O ministro afirmou que Santa Catarina pode contar com “a determinação e a coragem do presidente Temer de fazer o que é necessário para o bem do Brasil”. “Com o Brasil indo bem, Santa Catarina vai bem”, assegurou Marun.

    O decreto de intervenção federal na Segurança Pública do Rio foi classificado por Marun como[...]

    Leia mais