Publicidade
Sábado, 18 de Agosto de 2018
Descrição do tempo
  • 21º C
  • 13º C

Leandro Mazzini é jornalista, escritor e pós-graduado em Ciência Política pela UnB. Iniciou carreira em 1994, e passou pelo Jornal do Brasil, Gazeta Mercantil, Correio do Brasil, Agência Rio entre outros. O blog é editado por Mazzini com colaboração de Walmor Parente e equipe de Brasília, Recife e São Paulo.

  • General vice de Bolsonaro aparece bem nas pesquisas

    Além do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), seu vice também aparece em alta popularidade nas sondagens. O General Mourão lidera com 13,6%, seguido de Fernando Haddad (12,3%) na mais recente sondagem da Paraná Pesquisas, que perguntou a mais de 2 mil eleitores ‘Qual o candidato a vice mais gosta ou simpatiza’. Mas a rejeição do povo está alta também. O item ‘não sabe’ alcança 27,3%, e ‘nenhum’ chega a 30,3%. Ou seja, 57,6% dos ouvidos não simpatizam com vices.

    Combo-eleitor

    Já aparecem ofertas do Combo-Eleitor. Mensagens de e-mail anunciam 4 cursos online para candidatos entenderem o ‘eleitor conectado’: de R$ 690 por R$ 390.

    Te amo, Brasil?

    Ex-presidente do BC e ex-ministro da Fazenda, Henrique Meirelles (MDB) declarou R$ 6,8 milhões em conta no exterior. Dilma tinha mais de R$ 150 mil guardados em casa.

    Privacidade eleitoral

    Em tempos de violência em alta, para preservar os candidatos, o TSE não detalha mais endereços dos bens ou cidades[...]

    Leia mais
  • Ana Amélia como Vice foi recado de Alckmin para emissoras

    A escolha da senadora Ana Amélia (PP-RS) como sua vice deixou o presidenciável Geraldo Alckmin (PSDB) numa situação menos incômoda que tirava o sono de muita gente nas duas maiores emissoras do País, a Globo e a Record. Todos os partidos do ‘Centrão’ que apoiam Alckmin indicaram vices. Se ele escolhesse um nome do PRB – ligado à Igreja Universal e à Record – compraria uma briga gigante com a emissora concorrente. Foi estratégico. O tucano emitiu sinais de que não quer briga. Não deixará de acolher, obviamente, as demandas da Record se vencer a eleição.

    De casa

    Ana Amélia de certa forma é egressa da Globo. Ela foi conhecida apresentadora da afiliada no Rio Grande do Sul até se eleger senadora.

    Sem escolta

    Nem todos os 13 candidatos a presidente terão escolta de agentes da Polícia Federal na campanha. A PF informou que não pode se pronunciar sobre contingente.

    Na pista

    Com tantos apps diferentes, para não perder votos, o cidadão decidiu[...]

    Leia mais
  • Maioria dos vices das chapas presidenciais são milionários

    Em tempos em que vice pesa no cenário político-eleitoral do País, as declarações de bens dos postulantes nas chapas mostram perfis econômicos distintos. A maioria dos nomes é milionária. Paulo Rabello de Castro (PSC), vice de Álvaro Dias (Pode), é o líder do ranking, com R$ 12,99 milhões em bens declarados. Ana Amélia (PP), na chapa de Alckmin (PSDB), tem R$ 5,12 milhões. Prof. Cristian, vice de João Amoedo (Novo), anunciou R$ 4,12 milhões. Com R$ 3,66 milhões em bens, Germano Rigotto, vice de Henrique Meirelles (MDB), aparece em quarto. Vice de Ciro Gomes (PDT), a senadora fazendeira Kátia Abreu declarou R$ 2,69 milhões. Olho neles!

    Mais ‘pobres’

    Abaixo da turma do milhão surgem Gal. Mourão (PRP), vice de Bolsonaro (PSL), com R$ 414 mil; Jorge Eduardo (Rede), na chapa de Marina, com R$ 320 mil.

    ‘Classe C’ do Poder

    Prof. Suelene, vice de Daciolo (Patriota), tem R$ 201 mil; Hertz, vice de Vera (PSTU), R$ 100 mil; e Sônia Guajajara, da chapa de[...]

    Leia mais
  • Dois anos após posse, Temer cria Conselho da Transparência

    Preocupado com a investigação da Polícia Federal sobre um decreto que supostamente beneficia empresa no Porto de Santos, e com a mais baixa popularidade da História, o presidente Michel Temer só agora, dois anos depois de tomar posse, decidiu dar mais transparência à gestão. O Decreto nº 9.468, publicado ontem no D.O., cria o Conselho de Transparência Pública e Combate à Corrupção. Será composto por 14 membros, entre titulares e suplentes, de vários ministérios e do Palácio. Abriu vaga também para uma entidade civil que tenha experiência em dados e controle de fiscalização.

    Pós-APO

    A Autoridade de Governança do Legado Olímpico (AGLO) existe há mais de ano. Mas só ontem o Palácio a oficializou no Decreto 9.466, que regulamenta a lei que a criou.

    MC Lasca

    Em tempos de crise de credibilidade política, os candidatos também não ajudam. Foi registrado no TSE a candidatura de MC Bandida (Avante) a deputada distrital no DF.

    Bloco do cardápio

    Frente[...]

    Leia mais